EDP alia-se à francesa Engie para explorar eólicas no mar

EDP alia-se à francesa Engie para explorar eólicas no mar
As duas empresas, que já têm projetos comuns em França e no Reino Unido, decidiram que irão concorrer juntas a novos projetos de eólicas offshore

A EDP e a elétrica francesa Engie decidiram criar uma parceria para desenvolverem novos projetos eólicos no mar, em novas geografias onde ainda não estão presentes. O objetivo é que a nova joint venture seja um dos cinco maiores operadores do mundo de energia eólica offshore.

A aliança, apresentada esta terça-feira em Londres, vem aprofundar a cooperação entre as duas empresas, que já são parceiras em alguns projetos eólicos offshore em França e no Reino Unido.

A parceria arranca com uma carteira de 1,5 gigawatts (GW) em fase de construção e outros 4 GW em desenvolvimento, tendo a meta de chegar a 2025 com 5 a 7 GW de potência em operação ou construção avançada.

O presidente executivo da EDP, António Mexia, comentou, no lançamento da joint venture, que “este acordo representa um passo importante na estratégia da EDP para as renováveis”.

A Engie é um dos maiores produtores de eletricidade europeus e no ano passado, ainda antes do anúncio da oferta da China Three Gorges sobre a EDP, admitiu estar a analisar uma possível oferta pela EDP Renováveis, que não se confirmou.

Já em Fevereiro deste ano a EDP e a Engie integraram no seu consórcio para um leilão eólico em França a alemã E.On, que em 2011 chegou a participar no processo de privatização da EDP, sem sucesso.

Nas eólicas offshore a EDP já tem parcerias com diversas multinacionais. Além da Engie, a elétrica portuguesa integra consórcios com a Mitsubishi, China Three Gorges e Shell.

Informações: Expresso

juniormartins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *